Recomendo

A história de Nicky Cruz é parecida com a de milhares de jovens e adolescentes que vivem nas grandes cidades espalhadas pelo mundo. Rejeitado pelos pais, carente de afeto e atenção, ele fez das ruas o seu lar, dos amigos, a sua família. E acabou vivendo em um território sem lei, onde os fortes subjugam os fracos; onde não há espaço para os valores éticos e morais; onde tudo é conseguido na base da violência... Ainda que seja preciso matar.

Gratidão

Contudo, como é fácil responder às ofertas graciosas de Deus e pensar: “Isto é bom, mas quero um pouco mais.

 

Uma atitude de gratidão para com Deus é uma marca de crescente maturidade espiritual.  Na carta de Paulo aos crentes em crescimento em Éfeso, o seu desafio para seguirem a Cristo incluía “Dando sempre graças por tudo ao nosso Deus e Pai, em nome do nosso Senhor Jesus Cristo” - Efésios 5:20.

O objetivo do Natal

Onde o Jesus do Natal reina acabam as facções, as guerras, os conflitos, os preconceitos. Vivemos num mundo fragmentado e esmagado pelo ódio. Nações se levantam contra nações. Há conflitos raciais desumanos. Há contendas dentro da família. Há guerra dentro do coração do homem e da mulher. O ser humano é uma guerra civil ambulante.

 

Luz nas trevas

O Natal foi anunciado como boa nova de grande alegria para todo o povo. Hoje, as pessoas vivem entrincheiradas pela tristeza. Elas têm diversão, mas não alegria. Elas promovem festas e banquetes, mas não experimentam alegria. Elas têm dinheiro, sucesso e fama, mas nada disso preenche o vazio do coração. Só Jesus oferece a alegria que satisfaz. Só na presença de Deus há alegria verdadeira. A alegria que Jesus dá é ultracircunstancial. Ela brota no meio das lágrimas, cresce no deserto da vida, frutifica na dor e se mantém firme mesmo diante da morte.

 

O Sentido do Natal

Muito mais do que festa, o Natal trás a mensagem sublime acerca do propósito  de Deus, que é resgatar o homem do pecado.
Jesus é o principal personagem desta celebração. Ele foi chamado pelo profeta Isaías de: Maravilhoso Conselheiro,  Deus Poderoso, Pai Eterno, Príncipe da Paz.

Aproveitando bem o nosso tempo

 

No Salmo 90.12 lemos: “Ensina-nos a contar os nossos dias para que o nosso coração alcance sabedoria”. O salmista fala da grandeza imensurável de Deus e diante disso, o homem, além de ser transitório é limitado em tudo, porém, muitos pensam que somos uma produção independente.

Coração agradecido

 

“Se o Senhor não estivesse do nosso lado” – Salmo 124.1, certamente teríamos sucumbido diante dos muitos desafios que enfrentamos. Isto me lembra a experiência dos discípulos de Jesus quando enfrentaram uma tempestade, conforme relato em Mateus 8.23-27.

Quando as circunstâncias ou situações se tornam muito complicadas, costuma-se dizer que se está como um barco em meio a um temporal, levado de um lado para outro sem que se tenha o controle dele.

Poder transformador

O profeta Jeremias em seu livro no capítulo 15 versículo 16, assim escreveu: "Achadas as tuas palavras, logo as comi; e as tuas palavras foram gozo e alegria para o meu coração". Se queremos desfrutar de uma fé genuína, firme, inabalável, precisamos conhecer a Bíblia, e o Deus que ela nos revela. A leitura da Bíblia preenche nossas necessidades espirituais. Ela traz gozo e alegria para o coração. Dá significado à existência e nos faz pessoas felizes.

Fonte da verdadeira alegria

 

Dizem os entendidos que a felicidade é uma experiência agradável que se origina da posse de coisas boas, inclui dinheiro e propriedade em geral. Alegria não depende do que acontece; ela provém de fontes interiores na vida de uma pessoa. Ela jorra como uma fonte que nunca seca. Uma atitude alegre de mente é coisa valiosa.

Até que venha…

 

Durante os 40 anos seguintes o povo transportou a arca com as tábuas da lei e o caixão com os ossos de José.  O ossos serviam para lhes recordar do seu ontem.  A arca apontava para o seu amanhã, pois as tábuas antecipavam o relacionamento que eles haviam de ter com o Senhor na Terra Prometida.  A arca e o caixão eram lembranças de que o Deus que conduzia este povo para ir adiante tinha estado a trabalhar  no seu passado.  Segurança e esperança eram transportadas juntas.

Em Memória de Mim

 

A maioria de nós tenta esquecer como, aqueles que nós amamos, morreram, mas Jesus quer que nos lembremos como Ele morreu. Porque tudo o que temos, como cristãos, está centralizado naquela morte.

Devemos nos lembrar que Ele morreu, porque isso é uma parte da mensagem do Evangelho: "Antes de tudo, vos entreguei o que também recebi: Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras” -  I Coríntios 15.3-4.